Receita de suco refrescante para aliviar tanta secura!

Ar seco...seco...seco...
Garganta seca, nariz seco...secura total!
Ontem foi dia de feira e mercado, e após passar um bocado de tempo na rua, respirando essa secura toda, cheguei em casa morrendo de sede e com o carro cheio de frutas fresquinhas!
O jeito foi matar a sede fazendo uma jarrona (ou bilha, como diria minha querida Ana Paula!) de suco!
Quer refrescar um pouquinho também? Receita DELICIOSA e super REFRESCANTE de suco prá vcs!


SUCO REFRESCANTE

melancia (1/8)
limão (1 unidade)
água de coco (300ml)
folhas de hortelã à gosto

Bata tudo no liquidificador, coe e mate sua sede!

A Melancia (Citrullus lanatus) é um fruto rasteiro, originário de África e é cultivada ou aparece quase espontaneamente em áreas secas e de solo arenoso. Campeã de baixas calorias (31kcal/100g), é constituída por cerca de 90% de água e contém vitaminas do complexo B e sais minerais, como cálcio, fósforo e ferro. A sua polpa vermelha contém licopeno e o betacaroteno, antioxidantes que lhe conferem propriedades anti-cancerígenas e anti-envelhecimento.

Dúvidas na hora de escolher uma boa melancia? Dê uma pancadinha com o dedo na casca. Se o som for oco, pode comprar!

Que o limão é rico em vitamina C todo mundo sabe. Mas ele esconde outros segredos fantásticos. Da sua casca é extraído um óleo cítrico com alto teor de monoterpenos (moléculas pequenas que penetram em todos os tecidos e células, com poderosa ação solvente de gorduras). Essa família de nome estranho é composta por muitos integrantes importantes: d-limoneno, terpinenos, geraniol, etc. Pesquisas revelaram que o d-limoneno tem propriedades anticancerígenas e é solvente de cálculos e entupimentos nas artérias, além de descongestionar o fígado, após a ingestão de álcool e de alimentos gordurosos. Pesquisas japonesas comprovaram que o terpineno, por sua vez, é capaz de inibir a oxidação do mau colesterol (LDL) e, assim, evitar arteriosclerose ou infarto. Já o geraniol se mostrou eficaz para inibir a reprodução de células cancerosas, segundo pesquisas feitas em São Paulo.
 O limão também é rico em vitamina P, que potencializa a eficácia da vitamina C e atua no fortalecimento dos tecidos capilares e conjuntivos, evitando sangramentos, como os de gengiva; auxilia ainda no processo de cicatrização e no tratamento de edemas; ativa a circulação e equilibra as taxas de colesterol, além de aumentar a resistência contra infecções e viroses e contribuir para o alívio de gripe e resfriado
 A vitamina P não é produzida pelo corpo, por isso precisa ser obtida na alimentação. No limão, ela é encontrada na pele branca (entrecasca) e na película que envolve os gomos da fruta.
 E não é só. "A entrecasca e polpa do limão, assim como das frutas cítricas, são ricas em pectina, uma fibra solúvel que, além de facilitar a digestão, regula a absorção dos açúcares, diminuindo a sensação de fome e o armazenamento de gorduras. Assim, ao preparar sucos de limão e de outras frutas cítricas, recomenda-se não dispensar a entrecasca e a polpa. "Quanto mais turva for a bebida, mais pectina ela conterá", ensina a especialista.

E a água de coco?
 Além de refrescante e deliciosa, é rica em sais minerais e nutrientes. Em 100 ml apresenta cerca de 250 mg de potássio (a porcentagem total das necessidades diárias) e 105 mg de sódio (metade do valor recomendado por dia), além de boas doses de cálcio, magnésio e vitamina C. Por isso, é considerada um isotônico natural, ideal para repor os líquidos e os sais perdidos através do suor durante a prática de atividades físicas.

Por não conter conservantes nem outras substâncias artificiais, pelo menos na versão natural, tem a vantagem de não provocar alergia e poder ser ingerida por qualquer um, com raras exceções. "Hipertensos e diabéticos devem ir com calma, pois em excesso fornece muito sódio e glicose. Pessoas com disfunções renais e retenção de líquidos também precisam consumir pouco, por causa do sal", alerta a dra. Jocelem Mastrodi Salgado, professora de Nutrição da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da USP, em Piracicaba (SP).
Em razão da sua composição muito semelhante à do soro fisiológico (tem quantidades de água e sódio parecidas), o líquido do coco é indicado para combater diversos problemas de saúde. Por exemplo, ajuda a evitar cãibras e fraqueza muscular e a equilibrar o sistema circulatório, pois regula o nível de sódio e de água no corpo. Ainda é considerado um eficiente diurético por eliminar o excesso de água do organismo sem alterar o nível de potássio, como fazem os medicamentos artificiais.

NATURAL X INDUSTRIALIZADA

Dê sempre preferência para o coco in natura, aproveitando todos os nutrientes que ele tem a oferecer consumindo um produto fresco.
Se não há outra opção e você consome a versão industrializada, o importante é ficar atenta ao uso de conservante, que deve ser evitado porque causa danos ao organismo. Para conferir basta ler os rótulos  nas versões 'caixinha' e 'garrafinha' a empresa envasadora deve apresentar na embalagem se esse item foi acrescentado ou não ao produto.
(fonte: revista Corpo à Corpo)

6 LIÇÕES PARA COMPRAR ÁGUA-DE-COCO VERDE

1- Escolha os cocos mais verdes, porque neles a polpa ainda está pouco desenvolvida e há muito mais água no seu interior. Conforme a fruta amadurece, a parte carnosa se torna mais grossa e a água diminui, embora fique mais adocicada.
2- Se a casca estiver com trincas, rachaduras ou manchas, não compre. Isso significa que o fruto foi machucado e pode estar sofrendo a ação de algumas enzimas que alteram o sabor do líquido, deixando-o mais ácido.
3- Se a casca está com algumas manchas marrons, é certo que a água é saborosa e a polpa consistente e gostosa. Caso tenha o aspecto muito marrom, é provável que o coco esteja passado e com pouca água.
4-O melhor coco para o consumo de água é aquele que tem casca fibrosa (com mais fios vegetais aparentes), com um tom esverdeado. Os bem amarelados produzem água mais adocicada.
5- Beba a água assim que o coco for aberto. Quando exposta ao ar, ela começa logo a fermentar por ter muita acidez.
6- Depois de colhido, o coco verde dura no máximo 15 dias na geladeira. Para conservá-lo, não retire a água, a não ser que vá consumi-la imediatamente.


POR DENTRO DA ÁGUA-DE-COCO
Veja as informações nutricionais da bebida natural, por 100 ml...
COMPONENTES
QUANTIDADES
Calorias
19 cal.
Carboidratos
3,72 g
Gorduras totais
0,2 g
Proteínas
0,72 g
Fibras
0 g
Vitamina C
2,4 mg
Sódio
105 mg
Potássio
250 mg
Magnésio
25 m
Cálcio
17,5 mg
* Valores aproximados (podem variar de acordo com o estado de maturação da fruta)

Convencidos de que além de saboroso e refrescante, esse suco é nutritivo?
Esperando o que? Bora fazer!

Por Fernanda de Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget